terça-feira, 26 de julho de 2011

História das 24h de Lemans


Em 1920, o Automobile-Club de l'Ouest pôs em obra a realização de uma competição cujo caráter contribuísse para a evolução do progresso técnico e favorecer o desenvolvimento do automóvel. Em 1922, o clube anuncia a criação de um novo tipo de competição na Sarthe, uma prova de resistência. Durante a prova, equipes de dois Pilotos por carro vão-se alternando dia e noite. A primeira edição, com 33 concorrentes, desenrolou-se nos dias 26 e 27 de Maio de 1923 num circuito perto da cidade de Le Mans, no departamento da Sarthe. Hoje, as «24 Horas de Le Mans» têm lugar cada ano em Junho. É a mais antiga e a mais prestigiada corrida de resistência para carros desportivos e protótipos.


O circuito

O circuito tem uma extensão de 13,650 metros, usa parte do circuito Bugatti e é em grande parte composto por estrada nacional. As mais célebres passagens são as curvas de Tertre Rouge, Mulsanne, Arnage, Casa Branca e, principalmente, a reta de Hunaudières: extensão de 5 km onde os protótipos mantém uma velocidade de mais de 400 km/h durante um minuto. Esta porção do circuito foi dividida em três trechos graças à instalação de duas chicanes em 1990. Essa medida foi necessária porque alguns automóveis insuficientemente carregados aerodinamicamente, para poderem atingir uma maior velocidade, acabavam tendo a tendência de levantar vôo nesse trecho. Agravava ainda o fato de que, quando rodavam em velocidades próximas aos 400 km/h (o recorde estabelecido foi de 405 km/h), os pneus eram submetidos a pressões muito intensas, que os levavam a deformações extremas e ao rebentamento se não estivessem em boas condições. A situação era ainda pior visto que esse tipo de situação podia acontecer de noite e em meio a carros de GT, que rodam cerca de 100 a 150 km/h mais devagar.


O recorde de vitórias individuais por piloto é detido pelo dinamarquês Tom Kristensen, com oito sucessos, e o recorde de vitórias por construtores é detido pela Porsche, com dezesseis sucessos. O recorde da distância e a mais elevada velocidade média ao longo das 24 Horas permanece imbatido desde 1971, quando o Porsche 917K de Helmut Marko e Gijs Van Lennep percorreu 5.335 km à media de 222,304 km/h.


Categorias

Os carros que correm nesta prova estão divididos em quatro categorias:
LMP1 (Le Mans Protótipos 1, antiga LMP900)
LMP2 (Le Mans Protótipos 2, antiga LMP675)
LMGT1 (Gran Turismo 1)
LMGT2 (Gran Turismo 2)


Palmarès (Campeões)

1923/1923 - André Lagache / René Leonard - (Chenard & Walcker Sport)
1924 - John Duff / Frank Clement - (Bentley Sport 3.0)
1925 - Gérard de Courcelles / André Rossignol - (Lorraine-Dietrich B3-6)
1926 - Robert Bloch / André Rossignol - (Lorraine-Dietrich B3-6)
1927 - John Benjafield / Sammy Davis - (Bentley Sport 3.0)
1928 - Woolf Barnato / Bernard Rubin - (Bentley Sport 4.4)
1929 - Woolf Barnato / Tim Birkin - (Bentley Speed Six 6.6)
1930 - Woolf Barnato / Glen Kidston - (Bentley Speed Six 6.6)
1931 - Earl Howe / Tim Birkin - - (Alfa Romeo 8C)
1932 - Raymond Sommer / Luigi Chinetti - (Alfa Romeo 8C)
1933 - Raymond Sommer / Tazio Nuvolari - (Alfa Romeo 8C)
1934 - Luigi Chinetti / Philippe Étancelin - (Alfa Romeo 8C)
1935 - John Hindmarsh / Luis Fontes - (Lagonda Rapide )
1936 - a competição é anulada devido às greves que reinavam em França e nomeadamente na indústria automóvel
1937 - Jean-Pierre Wimille / Robert Benoist - (Bugatti 57g)
1938 - Eugène Chaboud / Jean Tremoulet - (Delahaye 135M)
1939 - Jean-Pierre Wimille / Pierre Veyron - (Bugatti 57c)
1940 - Não houve competição
1940 - Não houve competição
1942 - Não houve competição
1943 - Não houve competição
1944 - Não houve competição
1945 - Não houve competição
1946 - Não houve competição
1947 - Não houve competição
1948 - Não houve competição
1949 - Luigi Chinetti / Lord Seldson - (Ferrari 166 MM)
1950 - Louis Rosier / Jean-Louis Rosier - (Talbot Lago T26GS)
1951 - Peter Walker / Peter Whitehead - (Jaguar XK120C)
1952 - Hermann Lang / Fritz Reiss - (Mercedes 300SL)
1953 - Tony Rolt / Duncan Hamilton - (Jaguar C-Type)
1954 - José Froilán González / Maurice Trintignant - (Ferrari 375)
1955 - Mike Hawthorn / Ivor Bueb - (Jaguar D-Type)
1956 - Ron Flockhart / Ninian Sanderson - (Jaguar D-Type)
1957 - Ron Flockhart / Ivor Bueb - (Ferrari 375)
1958 - Olivier Gendebien / Phil Hill - (Ferrari 250 TR)
1959 - Carroll Shelby / Roy Salvadori - (Aston Martin DBR1)
1960 - Olivier Gendebien / Paul Frère - (Ferrari TR60)
1961 - Olivier Gendebien / Phil Hill - (Ferrari TR61)
1962 - Olivier Gendebien / Phil Hill - (Ferrari 330 LM)
1963 - Ludovico Scarfiotti / Lorenzo Bandini - (Ferrari 250 P)
1964 - Jean Guichet / Nino Vaccarella - (Ferrari 275 P)
1965 - Jochen Rindt / Masten Gregory - (Ferrari 275 LM)
1966 - Bruce McLaren / Chris Amon - (Ford GT40 MK II)
1967 - Dan Gurney / A.J. Foyt - (Ford GT40 MK IV)
1968 - Pedro Rodriguez / Lucien Bianchi - (Ford GT40)
1969 - Jacky Ickx / Jackie Oliver - (Ford GT40)
1970 - Hans Herrmann / Richard Attwood - (Porsche 917K)
1971 - Helmut Marko / Gijs van Lennep - (Porsche 917)
1972 - Henri Pescarolo / Graham Hill - (Matra MS670)
1973 - Henri Pescarolo / Gérard Larrousse - (Matra MS670B)
1975 - Jacky Ickx / Derek Bell - (Mirage GR8)
1976 - Jacky Ickx / Gijs van Lennep - (Porsche 936)
1977 - Jacky Ickx / Hurley Haywood / Jürgen Barth - (Porsche 936)
1978 - Jean-Pierre Jaussaud / Didier Pironi - (Renault Alpine A442B)
1979 - Klaus Ludwig / Bill Whittington/ Don Whittington - (Porsche 935 K3)
1980 - Jean Rondeau / Jean-Pierre Jaussaud - (Rondeau M379B)
1981 - Jacky Ickx/ Derek Bell - (Porsche 936)
1982 - Jacky Ickx / Derek Bell - (Porsche 956)
1983 - Vern Schuppan / Al Holbert / Hurley Haywood - (Porsche 956)
1984 - Klaus Ludwig / Henri Pescarolo - (Porsche 956)
1985 - Klaus Ludwig / Paolo Barilla / John Winter - (Porsche 956)
1986 - Derek Bell / Hans-Joachim Stuck / Al Holbert - (Porsche 962C)
1987 - Derek Bell / Hans-Joachim Stuck / Al Holbert - (Porsche 962C)
1988 - Jan Lammers / Johnny Dumfries / Andy Wallace - (Jaguar XJR-9 LM)
1989 - Jochen Mass / Manuel Reuter / Stanley Dickens - (Sauber Mercedes C9)
1990 - John Nielsen / Price Cobb / Martin Brundle - (Jaguar XJR-12)
1991 - Volker Weidler / Johnny Herbert / Bertrand Gachot - (Mazda 787B)
1992 - Derek Warwick / Yannick Dalmas / Mark Blundell - (Peugeot 905)
1993 - Gary Brabham / Christophe Bouchut / Eric Hélary - (Peugeot 905)
1994 - Yannick Dalmas / Hurley Haywood / Mauro Baldi - (Porsche 962 LM)
1995 - Yannick Dalmas / JJ Lehto / Masanori Sekiya - (McLaren F1 GTR)
1996 - Manuel Reuter / Davy Jones / Alexander Wurz - (TWR Porsche WSC95)
1997 - Michele Alboreto / Stefan Johansson / Tom Kristensen - (TWR Porsche WSC95)
1998 - Laurent Aiello / Allan McNish / Stéphane Ortelli - (Porsche 911 GT1-98)
1999 - Pierluigi Martini / Yannick Dalmas / Joachim Winkelhock - (BMW V12 LMR)
2000 - Frank Biela / Tom Kristensen / Emanuele Pirro - (Audi R8)
2001 - Frank Biela / Tom Kristensen / Emanuele Pirro - (Audi R8)
2002 - Frank Biela / Tom Kristensen / Emanuele Pirro - (Audi R8)
2003 - Tom Kristensen / Rinaldo Capello / Guy Smith - (Bentley Speed 8 LM GTP)
2004 - Tom Kristensen / Rinaldo Capello / Seiji Ara - (Audi R8)
2005 - Tom Kristensen / JJ Lehto / Marco Werner - (Audi R8)
2006 - Frank Biela / Emanuele Pirro / Marco Werner (Audi R10 TDI)
2007 - Emanuele Pirro / Frank Biela / Marco Werner (Audi R10 TDI)
2008 - Tom Kristensen / Rinaldo Capello / Allan McNish (Audi R10 TDI)
2009 - David Brabham / Marc Gené / Alexander Wurz (Peugeot 908 HDi FAP)

Diversos

A edição de 1970 serviu de assunto para o filme Le Mans, com Steve McQueen.
A edição de 2002 serviu, em parte, de assunto e de quadro de filmagem do filme Michel Vaillant com Sagamore Stévenin.
A Mazda, com motor rotativo, ganha em 1991.
A Peugeot anuncia em 2005 que utilizará motores Diesel a partir de 2007.
No dia 13 de Dezembro de 2005, a Audi apresenta o R10 equipado de motor diesel.

Pilotos brasileiros em 2009

Bruno Senna Oreca 01 AIM LMP1 
Thomas Erdos Lola Mazda Coupe LMP2 
Jaime Melo Júnior Ferrari F430 GT LMGT2 

Pilotos brasileiros em 2008

Ricardo Zonta Peugeot 908 LMP1 
Thomas Erdos Lola MG B05-40 LMP2 
Cristian Fittipaldi Aston Martin DBR9 LMGT1 
Xandynho Negrão Aston Martin DBR9 LMGT1 
Jaime Melo Júnior Ferrari F430 GT LMGT2 

Curiosidades

Tradicionalmente a pista é invadida pelos espectadores durante o podium final. As escuderias retiram, portanto, tudo o que pode ser levado como lembrança (painéis de indicaçâo do número e nome do carro, etc.).
Durante a edição de 1996, um Ferrari F40 pegou fogo por instantes quando um dos mecânicos retirou a mangueira de reabastecimento demasiado depressa.
A edição de 1999 ficou também marcada por dois Mercedes CLK GTR da team AMG terem levantado vôo na parte da curva de Indianápolis e da linha reta das Hunaudières. As causas eram: a falta de estabilizadores, para o primeiro; e, para o segundo, a perda de um dos estabilizadores quando de um toque com um Porsche 911 GT2 (antigo apelido).
A edição de 2005 foi particularmente quente, a ponto de um mecânico de um Aston Martin DBR-9 ter de utilizar um extintor para refrescar o habitáculo do carro.




Nenhum comentário:

Postar um comentário